Revista Wireshoes

Reflexões Queer sobre o cotidiano

Seriously they are in a fucking cage (por Mary W.)

Image

Kathleen Hanna postou em seu blog um quase-manifesto de apoio às Pussy Riot e chamando as riot grrrls. Gostei tanto que quis traduzir. 

Então Pussy Riot  estão presas e o julgamento é uma farsa total. Madonna e mais um kazilhão de pessoas no mundo se pronunciaram sobre o assunto. Como membro de bandas feministas, estou triste e indignada. Quando minha banda, Le Tigre, usava vestidos com os dizeres STOP BUSH e falava contra o racismo, a homofobia e o sexismo, nós tememos um tratamento injusto tanto na indústria da música quanto na cena underground, mas nunca tememos ser presas. Karen Finley perdeu sua concessão do NEA e a minha banda, Bikini Kill, sofreu vaias, agressões e foi vítima de campanhas de ódio, mas nós sequer pensamos que poderíamos ser presas pelas nossas crenças. As Guerrilla Girls usam máscaras para proteger seus empregos e/ou status no mundo da arte e, também, para evitar que haja liderança no grupo, mas não para se manterem fora da cadeia.

Garotas sempre me escrevem perguntando: “Como podemos reviver as Riot Grrls” e eu, finalmente, tenho uma resposta… E se as pessoas do mundo inteiro iniciarem seus grupos de performance, bandas, coletivos de arte etc… e chamarem essas coisas de Pussy Riot Olympia. Pussy Riot Athens, Pussy Riot Paris etc… E talvez o julgamento acabe como o Ministério Público deseja, com essas mulheres pegando 3 anos, e nós iremos para a Rússia em massa, com o lema de que somos todas Pussy Riot, Yoko Ono poderia ser Pussy Riot, Patti Smith mascarada, ao lado de um grupo de meninas do Tenesse, invadiria a Catedral de Cristo Salvador gritando “Nós somos Pussy Riot”.

Quem sabe este será o início de uma coisa completamente nova, uma nova fonte de motivação globalmente conectada para a arte punk, o feminismo desapologético (unapologetic) e a cena musical. Um catalisador, não importa qual é o chamado. Qualquer coisa é possível se essa banda nos lembrou disso.

—-

O melhor das riot grrrls está aí. A simplicidade do chamado. O idealismo desmedido. A crença na sisterhood intuitiva que teríamos todas nós. Contra o mundo, temos pessoas. O apelo também tem o caráter lúdico fundamental (Patti Smith mascarada). Aquilo que é tão encantador nas riot grrrls em geral e na Kathleen Hanna em particular. Caráter lúdico que esteve presente o tempo todo na Catedral. Brincar de mudar as coisas. Eu adoro esse movimento. A tradução é ruim. Mas a mensagem é sempre boa. Simples e boa.

Mary W.

Anúncios

Fórum aberto aos debates :-)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às agosto 9, 2012 por em Uncategorized e marcado .

Outros Posts

%d blogueiros gostam disto: